Diversas

Como fazer os primeiros contatos com os compradores da sua empresa?

O processo de venda de empresas requer uma série de cuidados para que seja bem-sucedido. Um dos mais sensíveis é a confidencialidade nas negociações. Afinal, como reagiriam os funcionários, clientes e fornecedores da companhia ao saberem que a companhia está à venda? Neste artigo, compartilhamos algumas dicas sobre como fazer a venda de uma empresa de forma discreta e profissional. 

Contratação de um assessor financeiro especialista em M&A

Para vender uma companhia é necessário se aproximar de potenciais investidores, antes de ter assinado um acordo de confidencialidade (Non Disclosure Agreement – NDA). Se o sócio da empresa fizer essa abordagem diretamente, o mercado saberá rapidamente da sua intenção de vender a empresa, o que poderá prejudicar o negócio.  

Por isso, é recomendável contratar um assessor financeiro especializado em fusões e aquisições (M&A) para fazer essa aproximação, pois ele poderá apresentar a oferta sem revelar o nome da empresa, até a assinatura do acordo de confidencialidade com os investidores interessados. 

 Elaboração de uma apresentação não confidencial 

Ao iniciar o contato com os potenciais investidores, o seu assessor financeiro mostrará a eles uma breve apresentação não confidencial (teaser ou one-pager), com dados genéricos sobre a companhia. O intuito dessa etapa é convidar os interessados a assinarem o NDA (acordo de confidencialidade) para então conhecer o nome e mais detalhes sobre a empresa à venda.

É importante que este material não contenha o nome da companhia, nem possibilite que ela seja identificada a partir dos dados fornecidos. 

Assinatura do acordo de confidencialidade 

Após receberem a apresentação não confidencial, alguns investidores poderão manifestar interesse em comprar o negócio. É neste momento que o assessor financeiro oferecerá a eles a assinatura do acordo de não divulgação, contrato que assegura o sigilo das informações. Esta etapa reforça a importância da negociação ser conduzida por um terceiro: afinal, se o proponente do NDA for o sócio da empresa, já seria possível ao investidor identificar a companhia antes da assinatura desse contrato.

Mesmo que a negociação não avance com o investidor interessado, a assinatura do NDA dá a garantia legal de que os dados sigilosos informados a ele não serão expostos.

Apresentação da documentação de venda confidencial

Feita a assinatura do NDA com os investidores interessados, é o momento de fornecer materiais mais detalhados sobre a empresa aos potenciais compradores. 

O assessor financeiro apresentará dois documentos após a assinatura do acordo de confidencialidade: 1) o valuation ou avaliação de valor da empresa; 2) o information memorandum (info memo). 

O Info Memo é um documento confidencial que descreve a empresa de forma detalhada: finanças, diferenciais de mercado, organograma, histórico, considerações de investimento, principais fornecedores e clientes, produtos e serviços, marketing etc. 

Reuniões fora da sede 

Por fim, é recomendável, mesmo para negociações em estágio avançado, que as discussões com os potenciais compradores aconteçam fora da sede da empresa. O ideal é que a negociação ocorra dentro do escritório do assessor financeiro ou em outro lugar neutro. 

Caso o investidor peça uma visita à sede para conhecer melhor o funcionamento do negócio, o empresário e o assessor financeiro deverão fazer o acompanhamento.  

A venda de uma empresa é um processo complexo, que pode ter ganhos maximizados quando se conta com uma assessoria especializada desde as etapas iniciais até o fechamento do negócio. A Capital Invest oferece consultoria em M&A, auxiliando empresas nacionais e estrangeiras nas suas aquisições no Brasil para gerar maior valor com menor risco.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo